Eufraten em Movimento

Reflorestamento da Cidade do Autoconhecimento.

Há quatro décadas, a Cidade do Autoconhecimento era apenas uma área devastada, um testemunho do que a negligência ambiental poderia causar. Mas hoje, este terreno de 43 mil metros quadrados, aproximadamente 2 hectares, é um oásis verdejante, um testemunho vivo do poder da colaboração e da dedicação à natureza. Este é um testemunho de anos de esforço coletivo, um tributo à resiliência da flora nativa e um lembrete constante do que podemos alcançar quando nos unimos em prol do nosso ambiente.

No coração desta maravilha verdejante, você encontrará uma tapeçaria de árvores majestosas. Entre elas estão árvores nativas, como o majestoso Ipê-rosa, o delicado Ipê-branco e o vibrante Ipê-amarelo. Além disso, encontram-se tesouros como o Mogno, o Pau Brasil e o Jacarandá, espécies raras e ameaçadas de extinção, que encontraram um refúgio seguro aqui. E, para adocicar ainda mais o ambiente, há também árvores frutíferas como a jabuticabeira, pitangueira, abacate e uvaia, oferecendo não apenas sombra, mas também frutas frescas para todos desfrutarem.

Este magnífico ecossistema não é apenas uma vitória da natureza sobre a destruição, mas também um tributo ao poder da parceria e do compromisso. Em 2003, uma colaboração com a Prefeitura de Campinas levou ao plantio de mil árvores como uma forma de compensação ambiental, um passo vital para restaurar o equilíbrio ecológico na região. Em 2019, a empresa Forest Watch, uma líder em conservação ambiental (confira mais em forest.watch), adicionou seu capítulo à história desta terra, doando e plantando 100 mudas de árvores. Todas essas mudas foram meticulosamente mapeadas para monitorar seu crescimento saudável, uma prova do compromisso em preservar este tesouro verde para as gerações futuras.

Contamos também com o apoio de três outras empresas que contribuíram significativamente para a causa, doando um total de 1985 mudas nativas e frutíferas. A Bosch doou 935 mudas, a Fortitech contribuiu com 900 mudas e a Jardinagem Petrônio Paulino generosamente ofereceu 150 mudas para fortalecer nossa iniciativa ambiental.

O impacto deste movimento vai além do esplendor visual. As raízes profundas dessas árvores agora sustentam não apenas a terra, mas também a comunidade circundante. O ar aqui é fresco e puro, uma dádiva para todos que o respiram. As sombras generosas oferecem um abrigo para atividades ao ar livre, onde crianças e jovens não apenas brincam e aprendem, mas também entendem a importância vital de cuidar do meio ambiente. Oficinas de educação ambiental ajudam a semear sementes de conhecimento, enquanto a diversidade nativa do Brasil se desdobra diante dos olhos curiosos, inspirando amor e respeito por nossa biodiversidade única.

Imagem-Ciadade-do-Autoconhecimento-vista-de-cima-scaled.jpg

O que começou como um esforço para reverter a devastação tornou-se uma história de esperança e renascimento. A Cidade do Autoconhecimento é mais do que apenas um local; é um lembrete palpável de que, com cuidado, compromisso e cooperação, podemos transformar até os lugares mais áridos em oásis de vida e aprendizado. Aqui, as árvores não são apenas testemunhas silenciosas do passado, mas também guardiãs do nosso futuro, mostrando-nos, a cada folha que balança ao vento, que somos todos parte deste intricado e interdependente tecido da vida.

Sugestões de Leitura