Please enable JS

Mensagem aos voluntários

AOS VOLUNTÁRIOS
Quando começamos esse trabalho éramos somente 4 jovens estudantes que acreditavam que a força da união com foco poderia vencer limites. Quarenta anos se passaram como 40 dias. De 4 jovens iniciantes somos centenas, talvez milhares a contemplar, trabalhando duro, um novo amanhecer cujo horizonte é desfrutar desta nova maneira de viver.
Hoje, com toda certeza posso dizer: “O amor com reciprocidade é a chave da transformação humana”.
Você que está chegando agora tenha certeza, existe um lugar em nossa casa que foi preparado para aqueles que buscam no trabalho, na ação voluntária, a arte de esculpir a si mesmo.
Não será fácil o Conhece-te a ti mesmo, como não o foi para mim, pois, com o buril dos tropeços do tempo você terá que esculpir na rocha dos milênios de sua existência e da imortal rebeldia, um momento de sabedoria. Tenha a certeza que na persistência de suas cinzeladas nascerá uma nova escultura, que mesmo exposta ao sol que abrasa ou a chuva que alaga, no frio da indiferença ou no calor da intemperança que sufoca, e tal como uma rocha no deserto, ela, a sua obra prima, brilhará com a força do universo que lhe acolherá sempre e a força do amor que não o abandonará jamais.
O “Conhece-te a ti mesmo” é a arte de esculpir almas. Presente dos mestres da antiguidade para nós, crianças da nova era que se inicia, e que ficará de ora em diante, presente para toda a eternidade, aconteça o que acontecer.
Sinta-se em casa! Abrace um novo despertar em si mesmo, para que no final de sua existência não tenha você vivido em vão. Lembre-se, afinal, o mais importante não é ter nascido bem, mas sim, morrer bem.
Obrigado por você existir em nossas vidas.
Seja bem-vindo.
Paulo Zabeu, Fundador